Baleeiras Americanas no porto da Horta

A fotografia é de 1900, mas os navios baleeiros americanos já corriam os mares pelo menos desde o sec XVIII. Ao passar nas Ilhas dos Açores e Cabo Verde, recrutavam muitas vezes homens que aproveitavam a oportunidade de aventura, de outra vida, de chegar à America. Alguns morriam no mar, uns desertavam antes de chegar ao novo mundo, outros açoreanos tornaram-se grandes baleeiros, regressaram à sua terra, e perceberam que as ilhas eram navios no meio do alto atlântico, e as canoas podiam ser lançadas de terra, e assim nasceu por roda da segunda metade do sec XIX a Baleação Açoreana.

A Magia

Dias de Melo foi um grande escritor Açoreano, nasceu na Calheta do Nesquim, Ilha do Pico, a terra dos meus bissavós. Ele assistiu aos tempos áureos da caça à baleia na ilha do Pico, e não só fez parte dessa realidade como percebeu a magia que rodeava todas aquelas aventuras, passou-a para o seus livros, dos livros a magia passou para mim, é essa mesma magia que eu agora espero conseguir fazer passar através deste projecto. Um filme, documentário, sobre os Baleeiros do Faial e do Pico, os que ainda vivem têm muito que nos contar.